Thursday, November 23, 2006

Suspensão n2

O blog está suspenso, temporariamente, por motivos de saúde.
X

Monday, November 20, 2006

Wednesday, November 15, 2006

Definições

" Se estás a dirigir um negócio, uma verdadeira operação, é preciso haver confiança. Eu conheço o jogo, Frank; nunca hás-de compreender, mas sou o maior guerreiro que tu alguma vez hás-de ser. Acredito na guerra de classes. Acredito na guerra dos sexos. Acredito na minha tribo. Acredito no elemento honrado e inteligente da classe operária contra as massas imbecis e gebos quanto mais a burguesia medíocre e sem alma. Acredito no punk rock. No Northern Soul. No acid house. No mod. No rock n`roll. Também acredito no rap e hip-hop pré comercial e honroso...»
Sick Boy in Porno

X

Tuesday, November 14, 2006

Mãe...

Desculpa ter crescido
X

Sunday, November 12, 2006

Dr House


Eu sei que o Dr House já dá há alguns meses na televisão portuguesa e é interpretado por um excelente actor (lembram se dele no Black Adder?)
Aquilo que me faz confusão no Dr House é a atracção que as mulheres sentem por ele. Se fosse o Brad Pitt eu ainda percebia, agora o Dr House?
Passo a explicar: eu sou como o Dr House, aliás eu diria mesmo que copiaram a minha vida e passaram a para série de tv.
Tal como o Dr House eu sou coxo (não tanto como ele é claro), visto me mal, sou feio, não tenho particular gosto em fazer a barba, tenho o cabelo a cair, tenho um mau feitio maravilhoso (basta ver pelos textos ou então perguntem a um blogger chamado zorze o que acha ele de mim), trato mal as pessoas (as que me rodeiam e as que eu conheço de ocasião) e não percebo nada de medicina (acham que se ele percebesse alguma coisa tinha aquele grupo de médicos para lhe limpar as borradas?).
Agora uma pergunta: acham que eu tenho muitas mulheres a suspirarem por mim e a dizerem como eu sou sexy?
NENHUMA!!!!
E eu vi aquele filho da puta num episódio até teve a lata de não querer ter sexo com a médica-assistente-gira-mas-não-suficientemente-boa-para-aparecer-no-Las-Vegas. É gozar com os pobres...
Por isso isto é assim: ou começo a ter sexo mais frequentemente ou então processo a produtora e obrigo os a tirar o House da tv (aquilo devia chamar se Dr X e não Dr House), isso agora está nas mãos das mulheres que acham o House sexy e que me conhecem...
X

Friday, November 10, 2006

Musica para o fim de semana

Uma prenda cá do X para todos os leitores deste blog, especialmente para as senhoras que não me tem dado tréguas ;).

Uma música para o fim de semana que espero que se torne uma música para a toda a vida.

X

Ps: Disto já não se faz.

São as mulheres mais cultas que os homens?

Esta é uma daquelas perguntas que me ás vezes vem à baila. As mulheres por norma mais activas e militantes exibem estatisticas, dão exemplos etc e tal enquanto os homens mantem aquela pose "anda cá e faz me um broche".
No entanto esta é daquelas perguntas que me assalta o pensamento quando estou sóbrio (então agora na minha fase abstémia...) e não tou a fazer nada de jeito.
A verdade é que vem se mais mulheres a ler, mais mulheres a comprar livros, mas a questão é que só compram livros de merda do género Paulos Coelhos, Isabeis Allendes e outros que tais.
Uma coisa que me dá imensa vontade de rir é quando ela citam livros como a Lua de Joana e os contos de eva luna como grandes obras da literatura mundial. Por amor de Deus, eu gosto dos bon jovi, admito que sou um tosco por isso mas não ando por aí a dizer que eles deviam ganhar o Nobel da música.
E quando elas começam a adaptar os ensinamentos da literatura de bosta para o seu dia a dia e começam a dizer " tenho que encontrar o meu Zahir..." (ou lá o que isso seja) e depois acabam a ser comidas pelo professor da aeróbia e depois quando o marido descobre é que são elas.
E os livros escritos pelo Nicholas Sparks, esse verdadeiro espécimen, ave rara da bioesfera: o unico homem que tem menstruação do mundo.
Vocês leram as palavras que não te direi? eu não vi, mas vi um bocado do filme e devo dizer que me ia vomitando todo (em parte pelo kevin costner em parte pela lamechice pegada).
Devo dizer que a questão tem que se reformular. Não podemos dizer que as mulheres portuguesas são tão cultas como, ou mais, que os homens portugueses. Na verdade são tão labregas e toscas como os homens, a verdadeira questão é: quem tem melhor gosto? os homens ou as mulheres portuguesas?
Sem duvida que ambos tem um mau gosto igual com a diferença que os homens se borrifam para isso e como tal são muito mais felizes.
X

Monday, November 06, 2006

O regresso do dragão


Estamos de volta.
Após um Verão extremamente alcoólico (desde então nunca mais escrevemos qualquer coisa de jeito) regressámos sóbrios. Como podem ver realizámos algumas mudanças no visual do blog e retirámos alguns dos textos que eram uma verdadeira merda (ao contrário do que se diz o alcool não inspira, só faz com que a merda que fazemos pareça extremamente boa).
A par desta situação de revisão reencontrei o meu livrinho negro, lá contenho todos os meus ódios de estimação, até aqueles já ficaram perdidos nos confins da memória.
O combate continua.
X

Sunday, October 15, 2006

Iluminação

O nome do post sugere iluminação espiritual (isto não é um blog de bricolage para eu começar a falar de electrividade) e foi isso que me aconteceu num sábado comum, num casamento fora do comum.
Bem, o casamento não foi assim tão fora do comum, não foi um daqueles deboches de alcool e flirts com os maridos das outras ( tão típicos do jet7) mas sim um daqueles casamentos tristonhos tipícos da classe média portuguesa.
Existia um Dj, que funcionava como animador, tinha aquela voz de anunciador da Ovibeja misturada com locutor de rádio amador de Domingo ( achei fabuloso o pormenor de ele avisar as pessoas para não baterem com os talheres na loiça).
A comida foi normalissíma, os convidados fizeram aquilo que se esperava ( ou seja, aquilo que um português faz sempre que veste uma gravata, arma-se em chico esperto e tem mania que é fino).
Aquilo que verdadeiramente me abismou foi a animação do casamento, foi uma espécie de colisão entre dois mundos, a fusão entre duas dimensões e eu estava sentado mesmo na linha que as separava, ou seja, parecia que aquele casamento se tinha fundido com o Natal dos Hospitais.
Havia um ilusionista que era stand up, comediant amador (muito mau) e hipnotizador. Fez o seu número em duas partes: em primeiro lugar executou 300 truques mágicos em cinco minutos ( parecia o Speed 3, em que o protagonista é um empregado de café que não pode deixar de tirar cafés, numa média de 5 por minuto, senão pode explodir uma bomba na cabeça) ao som de uma música que seria algo do género : o que aconteceria se trancassem o David Lynch com um orgão dos anos 80 numa cave???
Depois veio uma dançarina do ventre ( não que eu me queixe) mas qual o interesse de ter uma gaja vestida a abanar-se numa pista de dança? Claro que alguns dos convidados (que pareciam ter vindo da Lourinhã) acharam fascinante...
E então ouvi algo...
"Perderam se no outro dia? ai não? é que a Miquelina (ou lá como se chama a gaja) é fabulosa a fazer croquis..."
E assim descobri o segredo da relação perfeita. Gajos como eu, o Moustache (e praticamente todos os homens que leêm este blog, que não são muitos) lembram se das mulheres pelas mamas, pelo rabo e pela performance sexual.
Imaginem a conversa de dois amigos de escola:
- No outro dia vi a Maria...
- Qual Maria?
- Aquela que tinha grandes notas, tirou geo fisica e trabalha na Nasa...
- Não estou a ver...
- Aquela que fazia croquis fabulosos...
- Não...
- Aquela que fazia uns grandas broches pá!!!
- AH!!! Essa Maria...
Por essas e por outras é que as nossas relações dão sempre em merda... É só cus e mamas e quando a novidade passa chateamo nos e lá vem as separações, os videos que aparecem na net, os irmãos mais velhos completamente loucos a ue nós tivémos de rebentar com a cabeça de um deles com um bastão porque o cabrão fazia me constantemente esperase eu tava farto de ir para a escola pela janela das traseiras.
Temos que passar a dar valor ás nossas mulheres, temos que ver quando elas cheiram bem, quando cortaram o cabelo, quando fizeram a depilação, quando fazem croquis excelentes etc e tal deixem de ser os sarrafeiros do sexo, temos que deixar só de pensar em sexo.
Entretanto veio o mágico, agora como hipnotizador e limpou me a memória recente e lá se foi a iluminação...
X
Ps: Mas que caralho faz um hipnotizador num casamento?!

Wednesday, October 11, 2006

Procura-se

Entidade revolucionária recruta:

-Categoria: Líder revolucionário assistente.

-Localização: Grande Lisboa
-Funções: Dar um ar romântico à Revolução.
Requisitos:
  • Beleza natural e aspecto descuidado
  • Curso Superior nas áreas da Medicina ou Direito
  • Idade entre os 25 e os 32
  • Forte capacidade de argumentação, bom sentido de humor e ateísmo praticante
  • Solidário com o seu semelhante até raiar os limites da cretinice
  • Ser asmático
  • Ficar bem de bóina
  • Comunista
  • Fiel ao Partido

Oferecemos:

  • Prestígio no seio do povo cubano
  • Duas refeições diárias compostas por feijão e arroz branco
  • Charutos à discrição
  • Rum à discrição
  • Possibilidade de integrar um ministério à escolha do candidato
  • Progressão de carreira garantida
  • Convívio com personalidades interessantes da história comtemporanea como Evo Morales, Hugo Chavez ou Kim Jong Ill.

Enviar curriculum vitae para:

FCastro@cubasiempre.com

X

Monday, October 09, 2006

Sunday, October 08, 2006

Thursday, October 05, 2006

Não há razão para alarme...

Noite aleatória em dia de liberdade

  • O Dux é um homosexual que precisa de um boi cheio de esteróides para enrabar ( o facto de ser activo não faz dele menos bicha)
  • Uma certa discoteca(começada por uma letra estrangeira que não é o K nem o Y, e nem pensem em tentar processar-me porque para além do W ainda existe o alfa) em Lx faz uma distinção de clientes. Eu teria ficado menos lixado se fosse o George Cloney a impedir me, mas agora uma bivha não depilada???
  • O segurança do HK tem um sentido de humor fabuloso. Ao que parece subiram o ordenado aos porteiros e eles agora conseguem ver os malucos do riso no sic comédia.
  • As festas da Lusíada são uma merda (as da associação é claro) daí o pessoal estar sempre bebado, porque sóbrio aquilo não se atura.
  • O Moustache é o maior( a seguir a mim).
  • A Rita Egídio tem um apelido ridiculo mas umas pernas dignas de se perderem meia dúzia de dedos por ela.

Mais nada a dizer, ja bebi demasiado...

X

Ps: Alguém devia dar uma tareia no RP da discoteca começada por uma letra estrangeira que não o K ou o Y.

Tuesday, October 03, 2006

What's Hot?

Uma das músicas que mais curti neste verão, Sander Kleinenberg - This is not Miami, aqui na versão This is London, no Southwest Festival em Londres no final de Agosto. Enjoy!!!

Politiquices

Sempre vi a política como um meio obscuro, onde não há nada definido, nem preto nem branco, apenas várias tonalidades de cinzento, onde as opiniões de hoje são as críticas de amanhã.
Um meio sem graça, onde todos se vestem da mesma forma (tirando os partidos de esquerda que para se identificarem com os camaradas trabalhadores se vestem como os reformados), todos acusam todos de demagogia, enfim um meio propício aos chamados "tachos" (mas chega de criticas, pois como qualquer bom optimista gosto sempre de encontrar o lado positivo das situações).
As boas notícias vêm agora do Brasil - esse país que nos traz novelas, funk favelado, jogadores da bola, e empregados de mesa - onde a campanha eleitoral pode ser definida como surreal com laivos de comicidade, com alguma carga dramática e com música á mistura. Por esta definição ninguém chega lá mas aqui fica o video do Emanoel dos Aposentados, um candidato do Estado da Baía, e fica também a letra da música da sua campanha. (com este tipo de política até eu me candidatava)



Não, não, não
Aposentado não está morto não
Com a força de seu filho e neto
Vai derrotar nas urnas
A corrupção
Quem maltrata aposentado
Não tem coração

Sunday, October 01, 2006

Teorias da Conspiração parte 2

Aproveitando a brecha aberta no mercado pelo Dan Brown português decidi escrever um livro sobre conspirações, aqui vão as ideias básicas:
  • Elvis não morreu, fugiu para uma ilha no Oceano Atlântico. Tendo em conta a forma como estava a engordar e a perder cabelo cheguei a conclusão (juntamente com documentos fornecidos pelo "garganta funda") que Elvis é o Alberto João Jardim, o rei (the king) da Madeira. Finalmente percebesse aquela necessidade dele dançar.
  • O Otelo Saraiva de Carvalho é o portador do Santo Graal
  • O Liedson é o Bin laden.
  • A Simara e o Mário Soares são representantes do priorado do Sião em Portugal, ele é o Pai e ela a Mãe.
  • O Fernando Santos pertence à Opus Dei e a sua função é destruír a religião com mais adeptos em Portugal.
  • Jim Morrison morreu em Portugal engasgado com um pastel de bacalhau.
  • No Estádio de Alvalade fazem se experiencias com armas químicas.
  • O Pinto da Costa é uma sereia.

X

Ps: Quando o livro sair (com o nome de "Casos resolvidos pelo fabuloso Mr X e o fantástico Garganta Funda") espero que todos compareçam na minha apresentação no Convento do Carmo (venham cedo porque só deixamos entrar 20 pessoas, incluíndo as personalidades da cultura a quem eu paguei regiamente e a quem o garganta funda proporcionou momentos ineesquèciveis)

Ps2: O Dan Brown vai escrever um texto na contracapa.

Oldies...

Este post de hoje vai ser o relembrar dos tempos em que eu tinha uma banda. Éramos jovens, parvos e queríamos comer gajas à conta da nossa "banda".
Na época tinhamos ido dar o nome para a vetusta instituição das forças armadas e nessa época estavam a ir tropas portuguesas para o Kosovo. Não nos passava pela cabeça irmos para o Kosovo, mas o medo de ir estava bem presente nos nossos subconscientes. Daí este verso:
O Estado Novo pôs um ovo chamado Alberto João Jardim
Se mandarem alguém para o Kosovo
Mandem o ele
E não a mim....
X
PS: Este post é dedicado ao Sick Floyd, ao Kurt Cocain e à quela que podia ter sido a maior banda do mundo (ou talvez não) os Métudus Satanikus.

Friday, September 29, 2006

Here´s Bush!!!

Vamos lá pessoal!!!!Vamos ser todos populares, vamos mostrar inteligência e intelecto. Para isso apenas precisamos de insultar o Bush e os EUA!!! É simples, é fácil e está na moda.
O Bush está a bombardear países que são a sede de terrorismo? que apoiam o espalhar do Islão pelas armas e a destruição do nosso estilo de vida? Vamos a isso vamos criticá lo.
Vamos fazer uma lista de tudo aquilo que lhe poderíamos chamar:
Cretino, fascista, burro, camelo, palhaço, analfabeto, idiota, burrié, javardola, bebado, drógádo, patife, escumalha, bandido, americano, borrego, cabrão, maricas ( e um longo etc).
Queres dar mesmo espectáculo? então aproveita e diz que o Papa devia estar calado e considera os desejos dos lideres islamicos opiniões válidas porque são resultado de uma perspectiva cultural diferente, rica e diversa.
Vai, finge que és Europeu, (apesar dos portugueses nada terem a ver com a Europa, nós somos um pedaço da Venezuela á deriva).
Aquilo que me irrita, mesmo muito, são as pessoas que não tem mais nada que fazer do que dizer mal dos EUA. Ex: Estamos num jantar de amigos e há um gajo que se põe a falar nisso, estamos na praia e há um roto qualquer que se põe a falar dos Eua em vez de tar a galar cus e mamas bronzeados. O mais giro de tudo é que falam muito alto (a ver se alguém lhes dá um pouco de afecto intelectual).
Quem quer saber?
Eu não.
X

Tuesday, September 26, 2006

Hell by Mr. Moustache

O que é o Inferno?
Talvez uma invenção da religião cristã para obrigar os devotos a portarem-se bem.
Ou se calhar uma invenção dos Americanos (não é de lá que vêm as coisas más).
Bem, a imagem que todos temos do Inferno foi-nos incutida na infância e juventude, como sendo espaço para onde vão os pecadores, um lugar com muito calor, com muitas más pessoas, com monstros, demónios, cheiro a enxofre, fogo em todos os lados, e em que tudo é repetição. (porra, até parece que estou a falar de um autocarro para Paio Pires num qualquer Verão aqui na Margem Sul).
Para mim, que sou ateu, é-me dificil acreditar na vida depois da morte, por isso as ideias impostas pela Igreja caiem logo por terra. Na eventualidade de haver mesmo um Inferno acho que ele é subjectivo, isto é, depende da pessoa, do seu espírito (se existe), das suas preferências.
Assim, um qualquer Inferno será composto por todas aquelas coisas que detestamos, mas elevadas ao cubo e com alto nível de repetição.
O meu Inferno será (sería) assim:
- Para já estariam graus negativos (odeio frio).
- À entrada estará uma daquelas pessoas chatas que nos chateiam até á exaustão, e nos dizem para entrar porque aquilo é um espectáculo (tipo os cotas que estavam á entrada dos restaurantes da velha Feira Popular).
- Mal entro, deparo-me com homens estátua cobertos de caca de pombo, e de mimos a fazerem aquelas merdas estupidas que eles fazem.
- As refeições serão sempre iguais: Como entrada uns túbaros (brincos de princesa a.k.a. jóias da coroa), prato principal umas caras e línguas de bacalhau com couve-flor, como sobremesa uma toranja e para beber um copo de água do Tanges.
- Os banhos serão tomados numa banheira minúscula acompanhado de 3 iranianos homossexuais cobertos de pelos e com os dentes podres.
- Momentos de lazer serão discursos de Jerónimo de Sousa.
- As necessidades são feitas numa daquelas casas de banho antigas sem sanita, apenas com um buraco no chão (old school).
- Tudo isto ao som dos maiores êxitos de José Cid e da banda sonora da Floribela.

PS: Chiça, tenho mesmo que me começar a portar bem.

Thursday, September 21, 2006

Observações e pensamentos soltos


  • Hoje passei o dia inteiro na rua com ténis desirmanados, a minha sorte é que combinavam.
  • É minha impressão ou já ninguém liga ao nosso blog? Acho que está na altura de um harakiri.

X

Ode ás Feiras Novas

Antes de mais e para quem não sabe Feiras Novas são nome das festividades que se realizam nessa linda vila portuguesa de seu nome Ponte de Lima. Realizam-se anualmente no 3º fim de semana de Setembro, e eu marquei este ano pela 2ª vez presença, acompanhado pelo X e outros "dreads" (não que sejemos perigosos, mas fica mais cool escrever assim).
Para quem nunca foi, imaginem uns Santos Populares de Lisboa com música popular, com cerveja a 1€ e com pessoal de todo o lado apenas com o mesmo propósito - "TO PARTY".
Verdade seja dita, este ano a música até teve fraca (com excepção do ultimo dia), com o Funk favelado, o reggaeton e a musica da Floribela e dos DZRT a passar.
O pior foi a mesmo a restrição feita talvez pela Câmara Municpal de não permitir música alta, de não passar música electronica (axo q a fundamentação foi que descaracterizava a festa) e não permitir colunas ao ar livre ( a merda da politica tem sempre que se meter em tudo, porra Campelo, já não chegava a estória do queijo???).
Mesmo assim, festa é festa e viu-se de tudo: pisadelas, malta gira, malta feia, vimos uma versão portuguesa do Maradona com bigode, encontrões, cortes ao coro, coros mal dados, muita bebedeira, muita dança, chuva, arroz de sarrabulho, jogos de poker a dinheiro, pessoal com nomes esquisitos (não vou entrar em pormenores mas a miuda tinha o nome de um continente, nao tou a gozar), porrada com naifas, porrada sem naifas.
Para não variar eu e o X apanhamos alta bebadeira. Uma coisa que não dá para explicar é o espirito que se vive por lá, alto astral, grande festa.

PS:Para quem nunca foi, altamente recomendado, para quem já foi, vocês já sabem como é. Ah e Campelo mantem-te nos queijos....

Tuesday, September 19, 2006

Devo dizer...

... se a selecção de futebol se aplicasse tanto no futebol, como nós (Moustache e eu) nos aplicamos nos copos este ano teríamos sido campeões mundiais.
Está dito
X

Feiras Novas: X vs Mr Moustache

Resultado: Moustache venceu X, num último e surpreendente sprint, por 4 a 0.
X

Renova Black

Como é que sabemos que temos o
rabo limpo quando comemos chocos com tinta?
X

Thursday, September 14, 2006

Detesto que me toquem...

O gajo toca-me no ombro.
Detesto que me toquem.
As palavras começam-se a formar na boca daquele velho estupido a cheirar a tabaco.
O meu punho cerra-se e disparo o cotovelo contra a cara do jarreta.
Ele agarra se ao nariz enquanto cai para trás, num choramingar de menina. Uma multidão acorre para o ajudar, enquanto outras caras sorriem. Sorrisos predatórios intimidadores.
Decido fugir desta merda, caminho um bocado inspirando ar puro, para limpar a cabeça.
Encosto me a uma parede e acendo um cigarro. Um Marloboro, quando era puto ficava bué fascinado com aquele cowboy bué forte a fumar o seu cigarro depois de ter morto bué índios.Queria ser como ele, forte, independente e viver num sítio bonito.
Enquanto fumo há um cabrão que passa por mim e olha me de cima abaixo, fixando o olhar na pulseira eletrónica que tenho no tornozelo.
Fecho o punho que tenho no casaco, tou preparado para arrumar este cabrãozeco atrevido.
- Olha lá não és o Johnny do bairro amarelo? - pergunta me o gajo.
- Ya, sou e depois?
- Eu sou o Navalhas, o primo Paulo Caroxo.
Lembro desse Paulo, um gajo porreiro que foi aviado pelos blacks lá da zona. Dizem que nunca mais foi o mesmo, mas quem brinca com fogo queima-se.
-Queres ganza? - pergunta me o gajo
Olho em volta, pra ver se nenhum chibo tá a olhar.
- Que tens aí?
- Tenho haxe.
-Pode ser. Quanto é?
- É oferta da casa- diz me este aborto magricelas, exibindo um sorriso cheio de dentes podres. Foda-se este gajo deve comer´cana de bambú para ter a cremalheira neste estado.
O gajo dá me a pedra prá mão, sempre a controlar, pra ver se ninguém tá à coca.
- Xau aí - diz me o gajo, pondo se a andar.
-Xau aí- até que é um gajo porreiro. Um pouco seboso, mas porreiro.
Acabo o meu cigarro e sinto a pedra a queimar me na mão, a clamar para ser processada para acabar nos meus pulmões libertando-me de certos pesos.
Que se fodam as aulas, que se foda esta C+S do caralho, vou mas é para casa apanhar uma pedrada.
X

Gajas Boas, Sabem onde as há?

Teorias da Conspiração

Todos temos no nosso imaginário a ideia de possíveis conspirações, de teorias por vezes absurdas que a partir de um minimo indicio partem para uma premissa desviada da plausivel realidade.
O porquê de nos deixarmos entusiamar com essas teorias é simples, para alguns a vida é vazia de surpresas e desejamos tanto alguma "acção" que vemos coisas onde não as há.
Filmes como a Teoria da Conspiração, X-Files, o Juri, A Firma, O Candidato da Manchuria, acontecimentos como o assassinato de JFK, Jimi Hendrix, caso Watergate e o famigerado Código de Da Vinci, deixam-nos de "água na boca" para saber mais e quase a desejar que algumas dessas estórias sejam mesmo verdade.
Mas tudo tem um limite. Sobre o 11 de setembro também existem teorias defendendo que foram os próprios americanos a engendrar e executar os ataques ás Torres e ao Pentágono. Para provar esta teoria algumas pessoas até escreveram livros. Num destes livros aparecia uma imagem de um Pentágono parcialmente destruído e de um desenho feito a computador de um boeing em cima do Pentágono para provar que um boeing fazia muitos mais estragos.
A imagem era similar a esta:
Meus amigos, será que um avião desenhado que mais parece um desenho de um puto da primária serve como prova. É claro que depois de ver este desenho o desejo de comprar o livro é muito maior, fica-se logo a pensar que a meio do livro há desenhos de Bin Laden a dar banho a um bébé de meses, de Kadhaffi a apertar a mão a Rumsfeld, de Sawimbi a desviar balas com a bengala (há pessoas que acreditam nisto, não é uma piada), com Cristo a fazer amor com Maria Madalena, sendo estes desenhos realizados por um puto de 7 anos chamado Joãozinho que mora na Mosgueira.
Estou a ver o Nabais em pleno Tribunal a defender um cliente, a dizer com um desenho na mão que Carlos Cruz não podia ter estado na casa de Elvas porque é demasiado grande para caber na porta.
Que se fodam as teorias e as conspirações.

Wednesday, September 13, 2006

The power of one

Ultimamente as pessoas são abusadas, violadas e enrabadas por tudo o que é autoridade: Estado (Governo, tribunais etc e tal), patrão e outros que tais.
Não suportes o abuso de ninguém, enfrenta quem te oprime, nem que seja só pela tua dignidade.
X

Monday, September 11, 2006

PROJECT M.A.N.

Tudo o que precisas é:
  • um par de jeans
  • uma t shirt de cor preta ou cor branca
  • um par de botas
  • um par de meias
  • um par de cuecas
  • uma barra de sabão azul e branco
  • uma escova de dentes
  • uma garrafa de whisky
  • um maço de tabaco

Wellcome to the project M.A.N.

X

Ps: O project M.A.N. foi concebido para o tratamento de metrossexuais, maluquinhos das compras e gajos que sabem o que é "fuschia". A equipa clínica é composta por 3 sargentos dos fuzileiros e são supervisionados por um estivador de Alfama.

Saturday, September 09, 2006

Mas que merda é esta?


Mas que merda é esta? Este cabrão nunca pôs os pés nas aulas e saiu de lá com um doutoramente, enquanto eu que tenho que pagar mensalidades ( para pagar chapéus a este idiota e outros como ele) tenho que ouvir nas orais: o senhor não vai muito às aulas pois não?
Vão mas é todos pró caralho!!!
X
Ps: Dalai you are in my shit list, bald motherfucker.

Thursday, September 07, 2006

It Hurts

Back from holy days

Depois de umas férias revigorantes(bem, nem tanto porque com a cerveja que bebi, e com as noitadas devo ter envelhecido uns meses) cá estamos de volta, para mais uma época de disparates e opiniões infundadas e ridiculas.
10 Ilações a tirar destas férias:
- no norte come-se mesmo abusadamente.
- o dinheiro gasta-se muito rápido nas férias.
- a noite está cada vez mais cara no norte do país (kuase tanto como cá).
- Dj Vibe é brutal.
- cuidado com a PJ, as pitas estão cada vez mais desenvolvidas.
- a língua oficial do minho em Agosto é o françês, sem exagerar.
- o buraco do ozono está a diminuir.
- aprendi um novo piropo bardajolas "estrelinha queres cometa".
- cada vez mais concordo com os psicólogos que dizem que o ambiente em que nos inserimos pode influenciar o comportamento individual. depois de umas férias bem passadas entre as pessoas que gostamos, ficamos mais pacíficos, mais bem dispostos, de bem com a vida, sem vontade de discutir, é tudo tranquilo (a menos que as férias sejam passadas no Myanmar ou no Sri Lanka e sejamos raptados por uma milicia independentista, aí talvez não haja muito boa disposição).
- Shots de Vodka depois de jola bate tanto como shots de bagaço depois de vinho.

Peace and Love!!!LOL!

Steve Irwin RIP



Pois é, noutro dia estava a fazer um zapping deprimente pela nossa Tv quando me deparei com a triste notícia da morte de Steve Irwin. Para quem não sabe, Irwin era conhecido como Crocodile Man devido á sua próxima relação com crocodilos. Também conhecido pela sua série em que atiçava animais perigosos escapando á morte por um triz e dizendo "mate" e "cracker" nesse processo.
Há por aí tantas pessoas sem graça, e tinha logo que morrer um gajo que me fazia rir.
Também á que dizer que já se estava a prever a sua morte a algum momento, mas depois de ser mordido por cobras, de enfrentar dragões de Komodo, de alimentar crocodilos á mão, de pôr a sua própria cabeças dentro da boca de crocodilos, temos que concluir que a morte devido a uma picada de uma raia é um pouco inglória e irónica. Imagino o que passou pela cabeça de Irwin nesse momento...era como se um de nós fosse soldado de infantaria no Vietname, fôssemos um dos únicos a sobreviver a uma emboscada vietcong e morrermos um dia depois de desinteria devido a uma cerveja estragada.

Long Live Steve!!!

Wednesday, September 06, 2006

Rescaldo do Avante!!! (os pontos de interrogação fazem parte da palavra avante)

Ora bem, cá estou eu, uns dias após o fim da festa do avante para vos contar como foi.
Como seria de esperar a festa do Avante foi o habitual: chámon, caldo verde com chouriço, velhos alentejanos a cantar, sérgio godinho, freaks novos (roupas coloridas, pensamento pouco coerente e cabelo esquisito) freaks velhos (Marcelo Rebelo de Sousa), pratos confecionados com criancinhas e workshops de eutanásia.
No meio desta feira toda houve algo que me alertou:
Jerónimo Sousa, com os cantos da boca cobertos de saliva seca ,qual dragão de Komodo), desejou as melhoras do Cramarada Fidel (até parece que adivinhei) e de seguida disse que o PCP “fará tudo para combater as renovadas formas de ingerência contra Cuba”.
Eu espero bem que estes cabrões estejam a pensar fazer aquilo que fazem sempre, ou seja nada, porque se lhes mete na cabeça de irem lutar contra o capitalismo e o imperialismo, AL Qaeda style, estamos bem lixados (bate-nos o petit bush à porta e tamos fodidos).
Mas eu tenho fé e possivelmente não passam de palavras de um secretário geral alzheimeriano para uma plateia pedrada ( tal como a moção feita pela junta de freguesia do feijó, onde esses grandes nomes da política internacional, não só condenavam a invasão americana do Iraque como também exigia a retirada imediata das tropas americanas do Iraque).
O que é que estes gajos tomam? Será que também me arranjam ou é preciso estar filiado?
X

ATENÇÃO!!!URGENTE!!!PERIGO!!! RIBEIRO E CASTRO!!! (adoro emails que começam com este tipo de expressões alarmistas)

Isto é para quem tem o meu email:
Caros atrasados mentais que me enchem a caixa de correio com mails em cadeia, vocês que me conhecem acham que eu me interesso pelo menino do Botswana que viveu 6 anos amarrado à pata de um elefante? ou acham mesmo que eu me interesso pelos visons e raposas que levam choques no anûs para crescer mais pelo? ou pensam mesmo que eu deixei de beber coca cola com limão com medo que os meus ossos desapareçam?
Se pensam dessa forma estão muito bem enganados e digo mais vocês não são só da pior espécie de retardados que existe como a vossa estupidez ainda aumenta só por pensarem que reenviarem a merda de um mail pode salvar uma criancinha ou podem ganhar um ipod. Por amor de Deus nem um homem medieval tinha esse nível de crença.
Sinceramente ás vezes não sei o que é pior: se os pedidos de auxilio desesperado, se o alarme de produtos que colocam nas bebidas nas discotecas, acabando uma pessoa numa banheira de gelo sem orelhas e sem dedos mindinhos (muito valiosos no mercado negro) se aqueles mails feitos em power point (realizados por tipos em quem foi desperdiçado a dádiva da vida) sobre o amor e as coisas que devemos dizer aos nossos amigos....YEARGHHHHHH!!!!!!!!!
Mas será que as pessoas do mundo ocidental já não tinham suficientes coisas para serem estupidas? Já não chegava o sexo e a cidade, o mundial de futebol, a obesidade provocada pelo fast food, sapatos manolo blanick e mbilias do ikea? tem ainda que treinar mais a sua cretinice através da informática?
O Sócrates quer que todos os portgueses tenham acesso à internet e vai ser o mesmo com a prara. Quando Deus criou o mundo e os povos deu aos portugueses o livre acesso ás praias e o resultado é: uma extensa festa de guarda sóis coloridos, tangas, panças protuberantes sobre essas mesmas tangas, cobertores, termos com comida quente (estilo feijoada) rádio a altos berros, criancinhas aos berros e cãezinhos á solta soltando cagalhões impunemente.
E isto tudo para dizer:
PAREM DE ME ENVIAR MAILS CRETINOS, CAMBADA DE ANORMAIS!!!!
X

Tuesday, September 05, 2006

X
made by: me

Wednesday, August 30, 2006

Assim se vê a força do pêcêpê!!!

Hoje vou insultar o PCP e a festa do Avante.
Aviso desde já que isto será a minha morte intelectual, a partir de agora passarei a ser considerado um fascista, um betinho e um capitalista (normalmente é aquilo que se chama a quem diz mal do PCP).
Na verdade eu não vou insultar o PCP mas sim as pessoas que vão à festa do Avante.
A Festa do Avante encerra a silly season dos pobres e classe média (pros ricos é a festa branca numa discoteca merdosa qualquer começada com um K). O Avante trata-se de uma exibição de parolice mas encoberta pela política, (é um artificio usado pelas pessoas que tem vergonha na cara como os pais de familia que vão a ler o Harry Potter no autocarro porque"querem saber o que os filhos andam a ler" ou aquele pessoal do bloco de esquerda qeu vê os morangos com açucar "só para dizer mal").
Este ano faz parte do programa o Sérgio Godinho (deste ano e de todos os anteriores) e eu até podia enumerar os outros participantes mas o Sérgio Godinho é capaz de inquinar de parolice todo um festival com os gajos mais cool do mundo ( o Sérgio Godinho é uma espécie de José Cid politizado).
Para além disto vai ser expresso o apoio ao Hezbollah, essa instituição de caridade muçulmana, e o repúdio da acção israelita (do estado de israel não se pode dizer mal porque podem ser associados aos nazis e depois pode vir alguém, com bons conhecimentos de História, falar do pacto germano/soviético e depois temos o burro nas couves) . Também vai ser dado o apoio, incondicional, a Fidel Castro e serão desejadas as suas melhoras ( devem estar cá com uma fé..o homem tem o quê?5000 anos?).
Haverá workshops de danças de salão com Jerónimo de Sousa e doutrinamento dado por aquele deputado que parece um bacorinho. Depois do êxito de Arre Potter! que é demais a deputada Odete Santos vai enfrentar a árdua tarefa de encenar os monólogos da vagina (com o bilhete vem um saco para enjoo).
Todos os anos é o mesmo disparate e todos os anos assistimos à labreguice do costume, mas antes da bonança vem a tempestade e em breve o país voltará ao normal.
X

GAKI NO TSUKAI YA ARAHENDE!!!

Mais um brinde da televisão japonesa. GAKI NO TSUKAI YA ARAHENDE!!! (eu tenho esta ideia de que os japoneses falam sempre aos gritos, ou seja, são uma espécie de alemães lá da zona) quer dizer, em português, a biblioteca silenciosa.

O jogo consiste em fazer uma série de provas sem fazer barulho nenhum. O convidado desta vez foi Ernesto Hoost, um famoso lutador holandês.

Não percam a ultima prova é hilariante.

X

Pacheco Pereira, Benny Hill e Jesus Cristo

Finalmente decidi ir ler o Abrupto (que ao lado do blog do Gato Fedorento e do blog do Markl é um dos blogs mais lidos e apreciados pelos intelectuais classe média que gostam de Dan Brown). Esperava eu escrever uma observação irónica, mordaz, certa e inteligente mas não consegui. O blog em questão tem uma série de fotografias com pessoas a trabalhar, uns quantos lamentos sobre um ataque informático e uns quantos poemas escritos pelo W. B. Yeats (se fossem escritos pelo Nel Monteiro já não estariam lá). Por isso decidi colocar este vídeo para me curar da azia e provocar algum riso/gritos de fúria nos meus queridos leitores.

X

Buda: o primeiro anarquista?

Tenhais confiança não no mestre, mas no ensinamento. Tenhais confiança não no ensinamento, mas no espírito das palavras. Tenhais confiança não na teoria, mas na experiência. Não creiais em algo simplesmente porque vós ouvistes. Não creiais nas tradições simplesmente porque elas têm sido mantidas de geração para geração. Não creiais em algo simplesmente porque foi falado e comentado por muitos. Não creiais em algo simplesmente porque está escrito em livros sagrados; não creiais no que imaginais, pensando que um Deus vos inspirou. Não creiais em algo meramente baseado na autoridade de seus mestres e anciãos. Mas após contemplação e reflexão, quando vós percebeis que algo é conforme ao que é razoável e leva ao que é bom e benéfico tanto para vós quanto para os outros, então o aceiteis e façais disto a base de sua vida."
Gautama Buddha - Kalama Sutra

Rage

Monday, August 28, 2006

Haiku

Crianças muçulmanas a brincar
Deixam cair a caixa, fazem barulho
Salto para trás de um caixote

Sunday, August 27, 2006

Come with me...

Come with meInto the trees
Well lay on the grass
And let the hours pass
Take my hand
Come back to the land
Lets get awayJust for one day
Let me see youStripped down to the bone
Let me see youStripped down to the bone
MetropolisHas nothing on this
Youre breathing in fumes
I taste when we kiss
Take my hand
Come back to the land
Where everythings ours
For a few hours
Let me see youStripped down to the bone
Let me see youStripped down to the bone
Let me hear youMake decisions
Without your television
Let me hear you speaking
Just for me
Let me see youStripped down to the bone
Let me hear you speaking
Just for me
Let me see youStripped down to the bone
let me hear you cryingJust for me
X
poem by depeche mode
copito de nieve by Africa
awful photo manipulation by X

Wednesday, August 23, 2006

O envio de tropas para o médio oriente.

Para quê ? pergunto eu.
De um lado temos um dos movimentos de guerrilha mais organizados, bem armados e cheios de doidos doutrinados (hezbollah) do outro lado temos o melhor exército do mundo ( o israelita). Agora alguém me pode explicar o que é que os nossos bonancheirões sargentos, armados com fisgas da guerra colonial, vão fazer para um cenário de guerra pior do que o iraquiano? Se for uma operação de charme e simpatia sem dúvida que deverão enviar tropas portuguesas....
X

Rocky Marciano2: o movimento perpétuo

Rocky Marciano1

Grande filme ou o homem que eu gostaria de ser...

Férias

Nesta última semana e meia o Moustache e eu rumámos até norte ( só para quem está desactualizado eu e o Moustache não temos uma relação gay, ele não é um desdobramento da minha personalidade somos simplesmente amigos). Devo dizer que foi uma excelente semana passada entre a familia (aquela familia que realmente gostamos e não aquela que por azar nos pertence), entre amigos ( moustache e a tiraço). Vimos o Dj Vibe (grande noite) e vimos o Abrunhosa (por sorte ele ia só a caminha na rua). Passámos noites a beber jola na rua, abençoados pelo céu da Vila-que-eu-não-digo-o-nome-que-é-para-aquilo-não-se-encher-de-pessoal-das-metrópoles.
Enfim foram uns dias excelentes e eu voltei um verdadeiro pateta alegre com vontade de criar uma religião baseada no amor, paz e tolerancia...
X

Friday, August 11, 2006

Este post é dedicado áqueles que acham que eu sou demasiado machista etc e tal

Ouvia as vozes á minha volta. Vozes de raiva, vozes que incitavam ao sangue, à dor...
As luzes pairavam sobre mim, como anjos esperando a minha morte.
Senti um punho fechado abater se sobre a minha têmpora, um punho na minha boca, um punho no meu nariz.
O sangue escorría pela cara abaixo, mas não podia ser o meu sangue porque eu não sentia dor. Vi um dente embrulhado numa capa viscosa de sangue no chão.
As vozes não paravam, gritos de uma multidão em transe pediam a minha morte, o meu sangue, a minha dor. Outras vozes riam em gargalhadas histéricas...
Tentei erguer os meus braços para me defender mas eles não respondiam...
Senti mais um punho a embater violentamente na minha cabeça e caí no chão.
O meu corpo não obedecia à minha mente que se queria levantar, que queria lutar.
Um pé acertou em cheio na cana do nariz e ouvi um som, o arrepiante som de um osso a estalar, do meu nariz a estalar.
O combate foi interrompido.
Pelo contínuo.
E foi assim que eu fui parar ao hospital sem um dente, com o nariz partido e uma ligeira concussão simplesmente por ter dado um apalpão à Marta "Menstruada" uma calmeirona do nono ano (eu andava no sétimo) que pesava 75 kilos.
X

Thursday, August 10, 2006

A receita (livros e afins)

Os livros fazem se por receita.
Nos inicios dos anos 90 tivémos os livros de auto ajuda (a entrada para os ultimos 10 anos de existencia da Terra abalou muita gente). Depois veio o Paulo Coelho e afins (a espiritualidade estava em alta). Assistimos à ascenção da literatura de merda sul americana com o não sei quantos sepulveda e aquele gajo que queria comer uma miuda de 4 anos. Em Portugal surgiu a Margarida Rebelo Pinto com os seus magnificos livros onde uma divorciada trintona tinha uma merda de uma crise existencial qualquer na qual os homens eram os causadores dos seus males (invariavelmente ela acabava por dar o braço a torcer e ficar com um motoqueiro qualquer). Depois tivémos livros escritos por gajos com sentimentos dignos de uma mulher menstruada, o expoente máximo era aquele gajo que escrevia cartas á mulher (falecida) metia as numa garrafa e atirava as ao mar (em primeiro lugar esse tipo de histórias é muito bom pra engatar gajas mas isso não quer dizer que tenhamos de aturar não só as mulheres a dizerem que devíamos ser assim como também não temos que gramar uma merda de um filme com o Kevin Costner).Hoje estamos num novo patamar, uma nova fórmula, passo a dizer:
  • Temos um personagem principal que é um estudioso de uma merda obscura qualquer que não passa de um preguiçoso, cuja vida gira à volta de uma ideia descabida e que se vê metido num sarilho ( olha a minha surpresa, andei a cheiretar os arquivos do vaticano e dei por mim com um documento que dizia que Jesus era parecido com o John Travolta)
  • Depois temos um opositor secreto (a igreja, uma sociedade secreta etc e tal)e um vilão principal altamente ardiloso mas tão preguiçoso como o personagem principal.
  • Como o vilão é preguiçoso há um segundo vilão, por norma um gajo louro musculado (detectei este padrão e é assustador, será que He man está de volta?) por norma movido por ideais religiosos
  • Depois há uma gaja qualquer, um bibelot feminino para dar sei lá o quê ao livro (talvez uma leve sensação de romance) mas como o personagem é demasiado preguiçoso não há sexo nestas obras. (Se fosse uma personagem do Heminghway o tal professor americano agarrava no pãozinho sem sal francês, cagava pra merda do Grall , e dava lhe uma trancada que lhe havia de deslocar as ancas).
  • Depois temos uma teoria totalmente descabida sobre religião (Buda e Jesus Cristo eram a mesma pessoa e por essa razão nunca ninguém os viu na mesma sala).
  • Por norma chama se sempre alguma figura histórica para dar credibilidade à teoria ( o Da Vinci deve andar ás voltas no tumulo, logo ele que só queria fazer uns desenhos e malhar a mamalhuda de Gioconda).
  • Depois temos um desenrolar esquisito que eu não percebo da história e um fim altamente absurdo.

Aquilo que eu mais gosto é a reacção das pessoas que tomam aquilo tudo como se fosse verdade: de um momento para o outro toda a gente aceita que Jesus era casado com Maria Madalena, que tinha filhos, que São Pedro era um patife do piorio, que Judas é que era o side kick de Jesus. Ou seja pessoas que passaram a vida a ler a merda da Laura Esquivel, o fuzilável Paulo Coelho e Margarida Rebelo Pinto como se fossem os melhores romances do mundo, tem como recompensa essa dádiva que desvenda todos os segredos de sempre.

SEUS ESTUPIDOS!!! ISSO É TUDO INVENÇÃO, FODA-SE!!!

X

Minotauro

O lutador da semana

A partir de hoje todas as semanas colocarei um video e escreverei umas quantas palavras sobre os meus lutadores preferidos.
Selvajaria, brutalidade, animais... estes são os adjectivos para qualificar a luta desportiva, mas para mim é diferente, num ringue estão apenas dois homens, não há ninguém a apoia los fisicamente como numa partida de futebol. Não vemos ninguém cair no chão porque levou uma chapada na cara, aqui sofre se, aqui sangra se e tudo em prol da vitória, da glória.
Nos jogos Olimpicos gregos só havia desportos individuais, não havia equipas, o atleta que competia sozinho estava um pouco mais perto da imortalidade. Hoje esse espirito mantem se nos desportos de combate e noutros praticados individualmente como atletismo.
Quando dois homens sobem ao ringue o espirito que os move é o mesmo que movia Aquiles, Alexandre e muitos atletas da antiguidade que ficaram imortalizados.
Hoje o lutador que apresento é o Rodrigo Minotauro, um lutador brasileiro praticante de jiu jitsu. Tem uma historia um tanto ou quanto dramática, em criança um camião atropelou o esmagando da ponta de um pé até à anca. Hoje é um dos melhores lutadores do mundo e os japoneses endeusaram o. O combate em exposição deu se no Japão contra Bob Sapp, e nesta altura os lutadores tinham uma diferença de peso de mais de 60 kilos (ou seja a diferença de peso entre um homem de 80 kilos e uma criança pequena). O combate foi uma verdadeira reposição da clássica história de David contra Golias. Espero que apreciem este video como eu.

X
PS: O Minotauro é o lutador de calções pretos

Wednesday, August 09, 2006

De volta ás origens

Jean Pierre definia-se como um jovem rebelde dos arredores de Paris. As notas na escola não o ajudavam e com 18 anos a probablidade de entrar numa faculdade desvaneceu-se com as péssimos exames realizados no passado mês. JP como era conhecido entre os amigos do seu bairro era um descendente de portugueses (nortenhos) que se integraram na periferia de Paris. Os seus amigos gozavam com as suas origens, o próprio Jean Pierre gozava com as suas raízes, mas no fundo era em Portugal que se sentia bem, quando ía passar férias a uma pequena terra dos arredores de Ponte de Lima. JP não se sentía bem na pele de suburbano, ter que se vestir com o último modelo de fato de treino da Fila (dakeles que fazem fffft, cada vez que se dá um passo), com o Cap da Nike que lhe apertava demasiado a cabeça (sim, dread não tem cabeça grande, e se tiver a aperta o Cap o mais posível para não se notar), e as meias puxadas para cima até o meio da canela também não o deixavam á vontade pois faziam-lhe urticária.
Os seus pais António e Maria Santos atribuíam os maus resultados ás más companhias com quem Jean Pierre se dava. Felizmente íam de férias de Verão para a sua querida terra onde não haviam gangs, pelo menos com fatos de treino que custavam 100€, ténis de 150€, e fios de prata (ser bandido é mais barato em Portugal) e o maior bandido era o Zé Aníbal um coitado que roubava umas couves á família Pinto de vez em quando.
JP não vía o momento de poder ir para Portugal e deixar de lado o fato de treino, os amigos dreads, poder vestir a calça de ganga e camisola da Lacost (da praça), ir ao baile da aldeia, dançar ao som de Quim Barreiros, beber umas minis, e dizer Óhh Lálá ÃÃ de cinco em cinco minutos.

PS: Viva as férias, durante umas semanas vou eu ouvir e dizer Óhh Lálá ÃÃ para o norte e aturar dreads franceses com a meia por cima da calça de fato de treino. Hasta.

Monday, August 07, 2006

Lembram se desta? (para o pessoal que tem saudades de metal viril e brutal)

Um domingo perfeito

Tal como todas as crianças, a certo ponto da vida senti necessidade de ter uma actividade extracurricular (fazer desporto, aprender musica etc e tal). Isto são algumas das propostas que fiz ao meu pai e as respostas dele:
  • Rugby: "Filho meu não anda com a cabeça entre o rabo de outros gajos, isso é coisa de maricas"
  • Flauta: "Filho meu não mete pichas de madeira na boca e sopra, isso é coisa de maricas"
  • Karate: "Para andares feito estupido com um pijama daqueles? Conheço um gajo do karate que um dia levou 3 lambadas nos cornos e ficou no chão. Isso é coisa de maricas"
  • Natação:"Isso ensino-te eu na fonte da telha, não vais andar com uma daquelas tangas à maricas"
  • Escuteiro: neste caso a resposta foi muito parecida com a do outro ."ESCUTEIROS!!!"
  • Ballet: devo dizer que não me lembro da resposta, mas lembro me das costas do punho do meu pai a dirigirem se contra a minha cara, a uma velocidade fora do comum e lembro me de acordar 3 meses depois no hospital com graves danos na memória mas com a masculinidade salvaguardada.

Foram muitas as propostas que apresentei ao meu velho e ele nunca quis bancar nenhuma, até ao dia em que...

- Puto vamos à pesca.

E lá fomos os dois em direcção ao rio Sado, com meia duzia de canas na mão ( eramos só dois, mas o facto de levarmos 6 canas fazia me sentir uma espécie de Schwarzenegger, prestes a cometer um genocídio de peixes).

Quando chegámos o meu pai montou as canas e sentámo nos os dois. Durante uma hora o velho não falou até que abriu a boca e disse:

- Puto vai à geladeira buscar uma cerveja.

Nessa tarde não pescámos nenhum peixe ( o meu pai não parava de atirar as garrafas de cerveja e as beatas para a água, afirmando que os peixes gostavam) mas aprendi algumas coisas sobre a vida:

  • Se fizermos sexo de pé não engravidamos ninguém
  • Se nos baterem devemos enfiar logo uma pedrada nos cornos do outro gajo, "seja lá quem seja o filho da puta"
  • O que as "gajas" querem é pau e o resto é conversa etc e tal

Aprendi muitas coisas que na altura não compreendi ( fui de castigo na escola por ter dado com um pau na cabeça da Ritinha, uma rapariga que eu gostava muito na 3 classe e acabei expulso por ter partido a cabeça ao professor de educação fisica com uma pedra) e hoje pus de parte a maior parte dos ensinamentos do meu cota.

Mas o melhor de tudo estava para vir, quando o sol se pôs o meu pai tinha bebido 15 cervejas e como tal não estava em condições de conduzir, por isso disse assim:

- Puto, toma lá as chaves, já és um homem conduzes tu.

E assim começou a odisseia de regresso a casa, eu com nove anos mal chegava aos pedais e nem conseguia ver a estrada, e o meu pai podre de bebado a dar as indicações. Não fomos devagar, como seria de esperar, e até fizemos algumas ultrapassagens ( nestes casos o meu pai abria a janela e gritava: oh palhaço, foste ultrapassado por um puto de 9 anos).

O problema surgiu quando tentámos passar a ponte sobre o tejo.

Uma daquelas fufas mal dispostas das portageiras chibou se e em menos de um pau tinhamos a GNR a tentar parar o nosso carro.

- Boa tarde xidadão - disse o GNR da brigada de trânsito.

- Boa tarde o caralho...- respondeu o meu velho.

Bem, vou abreviar a história, vou eliminar os diálogos etc e tal. O meu pai a principio tentou argumentar que eu era um anão mas o argumento não pegou e o meu pai começou a dizer que o GNR estava a colocar a palavra dele em cheque. Em resultado de um bate boca mais aceso, três Gnrs foram hospitalizados, a portageira levou uma chapada que a deixou em estado de choque.

Ao fim de 5 horas a minha mãe entrou na esquadra e levou nos para casa. Eu e o meu pai caminhávamos com as mãos nos bolsos e a olhar para o chão, de regresso a casa.

Este foi o melhor domingo da minha vida.

Obrigado pai.

X

Friday, August 04, 2006

Ultimas sobre o estado de saúde de Fidel Castro

Chuck Norris - Um mito, um "role model"

Chuck Norris essa grande personagem que nos acompanhou na infância e nos continua a maravilhar está outra vez na boca do mundo.
Porquê? Desde o ano passado que correm na net "Chuck Norris Facts" que são nada mais que façanhas, anedotas, comentários inventados por muita gente acerca do mito Chuck.
Ele maravilhou-nos com a sua aparição em filmes do Bruce Lee, ele foi o protagonista de sagas como "Desaparecido em Combate" (sim eu vi-os todos, o meu pai tem-nos todos em VHS), ele protagonizou uma das séries com mais longevidade "Walker, O Ranger do Texas" em que próprio até cantava o tema da série.
O que mais impressiona é como é que este homem que não é bom actor, não é bom cantor (antes pelo contrário), é feio que tomba consegue usurpar tempo de fama a torto e a direito.
No entanto, eu admiro o Homem por uma razão, ele tem noção de quem é, e não se leva a sério porque ele próprio chegou a participar num programa onde fez um top 10 dos "Chuck Norris Facts".
Aqui ficam alguns desses facts para deleite dos leitores (estão em Inglês, não me apeteceu traduzir):
- Chuck Norris beat the Sun in a staring contest.
- If you get roundhouse kicked in the face by Chuck Norris in your dream, you DIE!
- Einstein's original Theory of Relativity was; if Chuck Norris kicks you, your relatives will feel it.
- When the Boogeyman goes to sleep every night, he checks his closet for Chuck Norris.
- There is no theory of evolution. Just a list of creatures Chuck Norris has allowed to live.
- When Chuck Norris does a pushup, he isn’t lifting himself up, he’s pushing the Earth down.

Long Live Chuck.

DAMN IM PISSED!!!

Mais um recorde batido, mais uma vitória e nada disto seria possível se os portugueses não fossem os mais PAROLOS, CRETINOS, IMBECIS E MONGOLÓIDES dos povos europeus.
Simultaneamente batemos outro recorde, pela primeira vez juntaram se 4000 atrasados mentais pra comer sopa.
Claro que a merda da sopinha podia ser para sem abrigo, pros pobres etc e tal, mas não apareceram lá 4 mil nabados, gordos e foleiros pra comer a puta da sopinha e ainda por cima pôs se lá uma tosca a dizer que : isto mais parece uma salada algarvia que existe, faz falta aqui um bocadinho de peixe...
Somos capazes de nos juntarmos para fazer uma merda de uma sopa que ainda por cima nem é portuguesa (gaspacho, maldita mistela espanhola) mas não somos capazes de nos unirmos para fazer merdas importantes tipo... (bem agora não me lembro bem mas acredito que há coisas melhores para fazer do que fazer sopa para 4000 saloios ou apoiar 11 macacos aos chutos numa bola).
Para além disto hoje descobri que o destino de férias preferido dos portgueses é o Brasil.
Faz sentido: Picanha, samba, axé, caipirinha, telenovela etc e tal. Onde é que um português se poderia sentir bem para além de um país na américa do sul onde só há parolos, na grande parte ainda piores que os nossos?
Um gajo disse que as paisagens do brasil são maravilhosas ( areia e pobres, também temos disso na costa da caparica e lá toda a gente fala brasileiro) e conseguem se fotos de momentos únicos. Isto é para verem a categoria intelectual desses mongos, É UMA PAISAGEM, NÃO VAI A LADO NENHUM, NÃO É UM MOMENTO ÚNICO, MOMENTO ÚNICO É TU SERES ASSALTADO POR UM BANDO DE JAGUNÇOS E A TUA MULHER FUGIR COM UM DANÇARINO BRASILEIRO E OS TEUS FILHOS SEREM COMIDOS POR CANIBAIS.
x

Wednesday, August 02, 2006

Os comentários do senhor professor

Devido a uma total falta de inspiração nos últimos dias, decidi manter a escrita em dia através do comentário de noticias, ao bom estilo do professor Marcelo.
Estas eram as notícias de hoje no Correio da Manhã:
  • Fidel Castro garante que está de saúde estavél.

Aos 80 anos e depois de uma hemorragia intestinal? i dont think so

  • Israel continua ofensiva até à chegada da força internacional.

Israel precisa de ajuda?

  • Khamenei apela a resistencia contra Israel e Estados Unidos.

Camarada não te metas nisso...

  • Foguetes dos Hezbollah matam 1 e ferem 10 em Israel.

Foram disparados 150 misseis (ou a pontaria anda muito mal pros lados do Médio Oriente ou esses misseis foram comprados á China). A pessoa que morreu era um israelita que andava de bicicleta. O missil foi disparado por Ali bábá (desculpem o etnocentrismo e o recurso ao estereótipo) campeão mundial de tiro com missil contra civis.

  • Análise de DNA confirma que Colombo jaz em Sevilha.

Esta noticia é boa para os amigos e familiares que queiram deixar umas florezinhas na campa ( o dinheiro que se gasta em estudos de merda).

  • Simão Morgado ficou em 8 lugar no campeonato europeu de natação

Segundo o atleta : eu dei o máximo, dei 110 por cento, não consegui mas foi uma boa preparação para os distritais de Odivelas.

X

Lifestyle

Stolen and manipulated by Me
X

Tuesday, August 01, 2006

heterosexual,metrosexual,retrosexual...as mulheres e a mania das arrumações

No outro dia estava a ler um artigo, numa revista feminina (vá força, chamem-me maricas...), que falava sobre o fracasso do metrossexual e do novo tipo de homem apreciado pelas mulheres: o retrossexual.Segundo a jornalista, cronista, opinion maker(ou seja lá o que for que chamem hoje a quem escreve na imprensa) o retrossexual é o tipo de homem que não combina as cores, não de propósito mas simplesmente porque não conseguem, diz palavrões, do género caralho, filho da puta e cabrão (nada de palavrinhas amaricadas como caraças ou chiça). O retrossexual não fála sobre livros ou filme. Vê futebol e bebe minis (muitas de preferencia), não tem cuidado com a linha e lava se com sabão azul e branco.Boas notícias para o pessoal capaz de tudo por uma vida sexual activa: já podem queimar as roupinhas nojentas e multicoloridas, já podem deixar de ir ás amaricadas aulas de pilates para enrijecer o rabinho...e já agora podem desfazer esses penteados panilas e cheios de gel.É verdade que é triste que hoje os homens vagueiem ao sabor dos apetites das mulheres, mas isso é o preço que pagamos para elas se depilarem e serem cada vez mais bonitas e sexy.Agora a questão é que isto provoca uma confusão tremenda na cabeça das mulheres e muitas vezes leva à destruição de muitas relações.Segundo a autora do texto existem os heterossexuais, metrossexuais e os retrossexuais.O heterossexual sabe apreciar um bom prato de comida, usa champpoo e amaciador, fala sobre livros e filmes.O metrossexual vai à manicure, preocupa se com a linha, com o que veste e com o que come.O retrossexual come o bife e mete os vegetais de lado, prefere jogar playstation e fazer o downlod de musicas fatelas para o seu telemovél de ultimo grito, diz palavrões.A minha namorada diz que eu sou um heterossexual e na verdade eu leio e gosto de falar de filmes, no entanto digo palavrões como um carroceiro e lavo me com sabão azul e branco, isso faz de mim um retrossexual, mas descobri a definição retrossexual porque estava a ler uma revista de mulheres na casa de banho em vez de estar a ler a BOLA, logo sou um metrossexual.Esta mania que as mulheres tem das arrumações, das compartimentações e dos rótulos é o seu maior castigo.Por regra os seus charmosos princípes, bem cheirosos e bem vestido acabam por tornar se sapos badochas que passam o domingo, vestidos de fato de treino, a ver futebol (todos os jogos e resumos de todas as ligas europeias) e a beber cerveja.É bem feito, não nos obriguem a ser aquilo que não somos...
X

Monday, July 31, 2006

Lucky Number Slevin

O trailer de um dos melhores filmes dos últimos anos (não estou a exagerar). Para quem gostou do Snatch aconselho vivamente.

Thursday, July 27, 2006

Estrangeiros de merda: Portugal e o estrangeiro

Portugal e a Europa têm uma relação muito especial, nós somos como aquele primo pobre que todos nós temos (ou somos na maior parte dos casos). Somos como aquele primo que nos gaba o carro, que se senta no nosso sofá e diz “… e viva o luxo…”, que fica com aquela cara de boi a olhar para o palácio quando vê a nossa televisão, somos como aquele primo que fala aos amigos do nosso carro, como se fosse dele, e lá por dentro pensa assim “aquele filho da puta…que fez ele para merecer isto tudo…”Nós somos pior que esse primo parolo e desfavorecido monetariamente. Nós somos como aquele amigo de infância que parou de estudar no nono ano, que nos odeia por termos tido êxito e que não sente pudor nenhum em cravar nos dinheiro, porque não consegue arranjar um emprego porque a sua vocação é chular os outros, e como toda a gente sabe para se fazer disso profissão e tirar um curso superior, casar com as pessoas certas, e inscrever se no partido correcto na altura certa.
Nós portugueses, outrora povo descobrir de mundos, somos a escumalha mais interesseira, egoísta, e mal agradecida (neste ponto os franceses estão à nossa frente). Quantas vezes não ouviram amigos que foram em excursões dizer coisas do género: “o café espanhol é uma merda, ainda bem pior que a merda do café italiano”, ou então “nunca mais volto a Inglaterra a comida deles é uma merda”, enfim para o português o estrangeiro é uma merda, (os emigrantes não partilham desta opinião, mas também ninguém quer saber da opinião de alguém que conduz um Mercedes branco e ouve o Tony Carreira a altos berros), mas mesmo os emigrantes estão mortinhos para voltarem para Portugal, porque no fundo eles sabem (ou pelo menos acham que o estrangeiro é uma merda).
É verdade, o café italiano é uma bela porcaria, tal como o café espanhol e a comida inglesa a maior merda à face da Terra, mas no estrangeiro não nos roubam a carteira nos autocarros turísticos, as casas de banho estão limpas e quando vamos comer a um restaurante não triplicam o preço e quando pedimos uma indicação não nos mandam com enorme sorriso para a auto-estrada do norte, é claro que todos nós conhecemos uma mão cheia de pessoas que diriam logo “ não digas disparates eu estive numa casa de banho em Madrid que tinha merda por todo o lado, até no tecto aquela estrebaria tinha merda, e no metro em Paris fui assaltado por 20 franceses armados de navalhas…”. São estes mesmos estrangeiros de merda (como os carinhosamente os apelidamos por razão alguma) que todos os anos nos enviam subsídios, que vem directamente dos seus impostos, para nós construirmos estações de metro de mau gosto, para construirmos estádios de futebol e essencialmente para os nossos agricultores construírem piscinas e comprarem Mercedes, porque graças a Deus a geada fodeu a colheita toda…
Xenofobia, racismo… nem uma coisa nem outra, pura e simplesmente temos uma dor de cotovelo do caralho, porque outrora estivemos no topo e agora somos a pastilha presa na sola da Europa. Para o português, os estrangeiros estão sempre a foder nos, fodem nos na pesca, na agricultura, os filhos da puta até nos fodem na merda do futebol (ainda hoje se fala no jogo que perdemos contra Inglaterra em 1966, simplesmente porque os ingleses jogaram melhor). Na realidade os estrangeiros não tem culpa que pesquemos sardinhas em barquitos, dos quais o Vasco da Gama teria vergonha, usamos as técnicas mais atrasadas na agricultura e também não tem culpa da tradição de indisciplina, vaidade da selecção portuguesa.
É claro que não detestamos tudo o que vem de fora, porque se há coisa que Portugal gosta mais que uma derrota injusta e que sardinha em cima de pão de milho são as mulheres estrangeiras, nós adoramos as estrangeiras porque elas são altas, bonitas, louras e sexualmente desinibidas (ao contrário das nossas marias de perna curta, peida grande, bigodinho e mais hipócritas em relação ao sexo que um padre americano com um catalogo da Chicco na mão). Ainda há esperança para o estrangeiro…
Por curiosidade resolvi fazer um levantamento dos países mais detestados em Portugal.
Espanha:
Como nós detestamos os “nuestros hermanos”. Palavras como Aljubarrota continuam vivas na nossa memória, (claro que foi confortavelmente esquecido o facto de que se não tivessem sido os ingleses com as suas armas e estratégias estávamos bem fodidos). Apesar de termos dado o braço a torcer em relação à paella e ás tapas, continuamos apelidar a comida espanhola de “comida de merda”, achamos os espanhóis uns ciganões que falam alto e não se sabem comportar, mas adoramos as espanholas (apesar das porcalhonas não tomarem banho e porem perfume por cima do sarro acumulado de um dia de trabalho).
Os cabrões dos espanhóis são os culpados de todos os nossos problemas: roubam nos a água nas suas barragens, vendem nos as suas frutas e legumes, alimentados com produtos nucleares, a preços baixos atirando os nossos agricultores para a miséria, invadem o nosso mar e roubam o peixe todo… enfim para nós os espanhóis são o diabo na Terra, e os portugueses como bons católicos detestamos os espanhóis tão fervorosamente como os benfiquistas detestam os sportinguistas. Alias detestamos tanto os espanhóis que o General Franco enviou a família real espanhola para Portugal, com esperança que alguém o matasse.
Em jeito de conclusão nós detestamos os espanhóis, temos doentio fetiche pelas espanholas e se pudéssemos declarávamos guerra a Espanha e dávamos cabo daquilo tudo.

França

Detestamos os franceses, e com razão, esses francius de merda invadiram nos, foram salvos por nós na 1 guerra mundial, e no entanto tratam nos como se fossemos a pior escória do mundo. Claro que este facto é perdoável, uma vez que eles são snobes e mal-educados com todas as pessoas do mundo.
Mas porque é que detestamos os franceses? Podíamos dizer que se deve ao facto de eles reprimirem e explorarem os nossos emigras, mas não as razoes porque os detestamos devem-se pura e simplesmente a dois factos: em primeiro lugar os franceses como membros da grande e morena família latina são os mais bichas dos latinos, são como os primos paneleiros que a maior parte das pessoas tem e detestam e negam; e em segundo lugar só posso dizer isto, Michel Platini, europeu de 1984, filhos da puta…
Querem mais razões?

Inglaterra

Temos com eles uma das mais antigas alianças do mundo, detestamos a sua arrogância, as suas invasões no Verão, o triplicar do preço das sardinhas por sua causa, ainda não nos esquecemos do ultimatum (grandas filhos da puta, esses bretões do caralho, ricos amigos hein?), no entanto adoramos as inglesas, adoramos o seu entre pernas, porque pura e simplesmente os bárbaros anglo saxónicos desconhecem a arte de amar (ainda que temporariamente) uma mulher (mas eles também não se importam, ao fim ao cabo não passam de uma nação de cornos que precisam de hostilizar países pequenos para se sentirem machos).
No entanto os ingleses são essenciais para nossa economia, que seria dos carteiristas de Alfama, Mouraria e Costa do Castelo se não fossem os “camónes”? Que seriam dos restaurantes da baixa, onde podemos comer a bela da sardinha rançosa a 15 euros a dose? Que seriam dos restaurantes e hotéis do Algarve? Que seria da vida sexual do Zézé Camarinha (e sem escárnio, ou mal dizer, digo que cada vez que este senhor encava uma bifa está a vingar um Portugal injustiçado pelo Ultimatum, pelo tratado de Methuen, e por outras merdas que tivemos que aturar).
Enfim, detestamos os bifes, adoramos as suas mulheres e o conteúdo das suas carteiras dão dinamismo à merda da nossa economia do terceiro mundo. Enquanto não descobrirmos petróleo ao largo das Berlengas, ou instalarmos uma central nuclear nas margens do Tejo, lá para os lados do Barreiro, temos que aturar estes gajos.

Eu podia desenrolar uma lista enorme de países que detestamos, mas estes servem de amostra. Agora vamos ver os países que nós adoramos:

Galiza:
Não é um país, mas Portugal é o único país no mundo que o reconhece como tal.
Irmãos na luta contra o demónio espanhol, estes nossos irmãos oprimidos falam a mesma língua que nós, tem uma comida fabulosa e são tão labregos como nós. São tão nossos amigos, amam nos de tal forma que eram capaz de se juntar nós, verem o seu nível de vida descer, só para serem portugueses. Eu adoro os galegos, e os portugueses também.

País Basco:

Mais um pais imaginário que Portugal reconhece a independência e acolhe os seus terroristas (aliás soldados da liberdade). Não gostamos tanto deles como dos Galegos, (especialmente porque não se querem juntar a nós, e porque não falam a mesma língua) no entanto a sua luta é alvo da nossa solidariedade, ao fim ao cabo fizemos o que eles estão a fazer agora durante séculos e séculos.
Viva País Basco, a luta continua (peço desculpa aos nossos camaradas bascos por não saber dizer isto em Euskadi).

Escócia e Irlanda:

Dois países, duas nacionalidades que não conseguimos distinguir dos ingleses muito bem. Ás vezes são assaltados no eléctrico 15 e no elevador da Glória, mas tudo por engano, mas no momento em que nos desvendam a sua identidade rendemos nos totalmente. Irmãos de armas na luta contra a barbárie inglesa, estes camaradas de sangue e alma celta são os poetas que inventaram e aperfeiçoaram o whisky, e que comemoram as derrotas dos seus clubes na praça do Comercio cantando e abraçando os portugueses.
Quase todos os portugueses que viram o Braveheart choraram, e quase todos os portugueses sentem uma empatia com o Ira, aliás basta ver o sucesso que bandas de merda irlandesas como os Corrs, os Crainberries e os U2 tem em Portugal.



Que nos diz esta analise?
Simplesmente isto, detestamos países grandes e opressores, porque nos pisam e nos humilham, e sentimos uma enorme empatia com os pequenos países incompetentes que não conseguem ter independência. A nossa independência foi um erro do Destino, um deslize de Deus, os Descobrimentos foram o maior golpe de sorte na História da Humanidade (tirando o Império Mongol) e o Quinto Império a maior treta que alguém já inventou. Nós devíamos ser dependentes, devíamos estar subjugados porque só desta forma somos fortes e audazes, (senão acreditem basta comparar o rei D. Afonso Henriques a todos os chefes de estado, excepto o Marquês do Pombal e o rei D. João II, e digo já que nenhum desses bananas do caralho tem a fibra desse grande português que foi o nosso primeiro rei).
Nós não somos um povo feito para ser livre, só fazemos merda (duas palavras para os entendidos: semi-presidencialismo), fomos feitos para sermos pisados e humilhados, só desta forma somos grandes, caso contrario somos uma cambada de barrigudos de bigode, que olham o horizonte de olhar vago e com espuma de imperial no bigode, enquanto tiramos um pedaço de tremoço da cárie com ajuda de um bilhete de autocarro.

Senão concordam comigo, bem que se podem ir foder.

X

Baggy trousers: para os que se queixam da carga negativa deste blog ;)

Wednesday, July 26, 2006

Vítimas

É isso mesmo: vão pra Goa, tomem drogas, oiçam trance, façam colares para vender a turistas estúpidos. Vão para Goa e sejam vitimas de desinteria, sejam vítimas de estupidez crónica porque passam o dia rodeados de charrados estúpidos, sejam vítimas de doenças de pele e de cáries. Sejam vítimas de vocês próprios.
Que estou eu para aqui a escrever? Vocês não precisam de ir para Goa para serem vítimas de vocês próprios, já o conseguem em Portugal porque vocês não passam de mamíferos, gordos e estupidos que procuram alcançar merdas inuteis como sucesso no emprego e a porra do plasma de 5000000 euros, e não me venham com as merdas "da familia e filhos" porque os vossos filhos são educados pela televisão e por aquela besta nutritiva do Capitão Iglo.
Esta é a verdade: vocês são vitimas de vocês próprios.
Vocês são vitimas dos vossos comportamentos aberrantes, vocês são vitimas das vossas aspirações materiais. Vocês são vitimas do cabrão do monovolume, das roupas de marca e das férias em Cuba e Torremolinos ( como é que alguém vai a essas merdas de sítios e se sente orgulhoso? poupem dinheiro vão a Chelas em Agosto, é igual a Cuba).
Vocês submetem se ao ter de acordar ás 9 horas, submetem se ao vosso patrão , esse cabrão gordo, suado e com falta de gosto.Espetem lhe um lápis na carótida.
Não me venham dizer que gostam muito do vosso trabalho porque eu não acredito que alguém goste de estar 8 horas sentado, rodeado de atrasados mentais e a cumprir ordens de um atrasado mental ainda maior.
Pensando bem até acredito , tendo em conta que a maior parte de vocês não passa mesmo disso : um atrasado mental.
X